Quinta-feira, 2 de Julho de 2009

Leio "O Sal na Terra", livro de marítimas crónicas do meu amigo Pedro Adão e Silva, e dá-me vontade de finalmente me fazer às ondas - eu que já fiz vários tentames, sobretudo cronístico-literários, para passar a zona da arrebentação e nunca consegui erguer-me numa prancha. É fácil escrever sobre essa arte maior de domar ondas que é o surf.  O difícil é mesmo enfrentar o bicho. Diz o Pedro a dada altura e diz bem: "(.) Nós, que fazemos surf, demos um passo em frente. Passámos uma linha de fronteira e experimentámos no corpo o mar e as ondas que os românticos se limitaram a descrever. Faz toda a diferença". Ah pois faz. Poeminhas sobre a causa é para meninos. E é fácil. A palavra "mar" salva muitos parágrafos em terra.

 

Nuno Costa Santos



publicado por Bernardo Pires de Lima às 14:24 | link do post

Em cada esquina e tertúlia há um novo Miguel Braga de Macedo. Penso nisso de vez em quando. Sim, há muito adiantamento mental à solta. Continuo a achar que as novas, novíssimas gerações cultas e civilizadas, são muito adiantadas mentais e demasiado atrasadas emocionais. Há muito boa gente articulada, lida e com rasgo. Mas há pouca gente a assumir que se emocionou a ler um livro, a ouvir uma musiqueta, a ver uma peça ou a fazer o moonwalking no bar da junta. Acho que a malta devia toda sair e tomar um pifo.

 

Nuno Costa Santos



publicado por Bernardo Pires de Lima às 11:24 | link do post

Sabem o que é que, mais do que a cartilha de elogios vagos, sem rigor, me chateou nisto das reacções à morte de Michael Jackson? O jornalismo frouxo e preguiçoso. Quase todos os jornais limitaram-se a trazer na capa o epíteto "Rei da Pop". "Rei da Pop" é assim fraquito. Desprestigia a monarquia e não dignifica a pop. Antes "Rei dos Frangos" do que "Rei da Pop".  Estava à espera de ter encontrado um jornaleco qualquer com um título arrojado, editorializado: "Morreu o Homem que Queria Viver para Sempre". Um perfil arriscadote do género: "Era o Rei da Pop Mas a sua Tragédia era Rock" - sim, sabemo-lo, Michael era tudo menos levezinho e está biograficamente mais próximo de Kurt Cobain do que dos Beatles. Da jornalada, apenas me surpreendeu uma entrada do "El País"  que informava o mundo de que umas horas antes de morrer Michael tinha dançado, etéreo e feliz. De resto, pouca coisa. O jornalismo, essa arte que precisa de mais rasgo e menos burocracia, ficou satisfeito com fotografias de passitos cliché e cognomes banais, tão adequados a Jackson como a Marante. É, digamos, poucochinho.

 

Nuno Costa Santos



publicado por Bernardo Pires de Lima às 10:25 | link do post

Nuno Costa Santos: Quando era novo lia Antero e Shelley à beira mar. Agora frequenta a Loja do Cidadão.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 10:22 | link do post

Quarta-feira, 1 de Julho de 2009


publicado por Pedro Marques Lopes às 18:30 | link do post | comentar

Por isso e por muito mais razões, tenho a certeza.

Se achas que 18 milhões chegam pelo Lucho, óptimo.

Se achas também que bato palmas a Ronaldos, Figos e outros que já vestiram a minha camisola, estás enganado. Nunca o fiz e nunca o farei. Aliás, tenho muitas coisas que me orgulho de não ter feito, uma delas é nunca ter festejado um golo do joão pinto quando por lá passou.

Mas o teu post diz tudo: como adepto do clube devias concordar que 18 milhões por um jogador como ele é um mau negócio. Às tantas pensas que foi bom. Desculpa lá, então. Julguei que o Lucho era muito melhor que o Cissokho. Afinal é só um bocadinho melhor.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 16:34 | link do post

O Lucho foi embora. A partir do momento em que assinou o documento que o vincula a outro clube é-me absolutamente indiferente o seu destino. As nossas contas estão feitas: ele jogou, nós pagamos. O próximo jogador a que dermos a honra de vestir a camisola 8 terá o mesmo carinho que dispensamos ao Lucho. 
Eu sou adepto do clube, não dos jogadores do clube.
Sabes Bernardo, ao contrário de outros clubes, nós, no Porto, entusiasmamo-nos com as nossas vitórias e não com os feitos de uns rapazes que jogaram , em tempos, na nossa equipa. No Dragão, ninguém aplaude jogadores que cuspiram na cara dos adeptos como um rapaz com nome de fruta e muito menos batemos palmas a rapazitos bilionários que nos marcam golos.
Se calhar é por isso que somos os melhores. Ás tantas....



publicado por Pedro Marques Lopes às 16:02 | link do post | comentar

 

Contam-se pelos dedos de uma mão as vezes em que elogiei um jogador de outro clube que não fosse o meu. Mas desta vez vou fazê-lo porque acho que o Porto fez um mau negócio. O Lucho é um jogador de outra galáxia. Tem lugar em qualquer clube de topo mundial. Vendê-lo por 18 milhões a um clube como o Marselha (mesmo que seja um clube anti-benfiquista e, por isso, credor da minha simpatia) soa a pouco. Muito pouco. Se pensarmos nos milhões que andam por aí... Que dizes sobre isto, Pedro?



publicado por Bernardo Pires de Lima às 14:39 | link do post

Toda a análise emite uma opinião. Mas nem toda a opinião é fruto de uma análise.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 14:36 | link do post

Bernardo Pires de Lima

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Livros
- Blair, a Moral e o Poder

Jornais / Revistas
- DN
- The Majalla Magazine

Academia
- IPRI
Pedro Marques Lopes

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Rádio
TSF
- Bloco Central

Jornais
- A Verdade
- DN
Lei da bola

Televisão
- Eixo do Mal
- Produções Fictícias
Francisco Proença de Carvalho

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Televisão
Económico TV
- Conselho Consultivo - 3ªs, 9.30h,

Rádio
Rádio Europa
- Descubra as Diferenças

Outros Blogs
- 31 da Armada
Francisco Teixeira

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Jornal
- Diário Económico

Academia
- ISCSP
posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds