Sábado, 16 de Outubro de 2010

 

Amazon.co.uk offers free Super Saver Delivery to the following countries:

Belgium, Denmark, Luxembourg, Netherlands, Andorra, Finland, Gibraltar, Greece, Iceland, Ireland, Italy, Liechtenstein, Norway, Portugal, San Marino, Spain, Sweden, Vatican city, Poland



publicado por Bernardo Pires de Lima às 00:52 | link do post | comentar

 

Chegou esta semana às bancas a autobiografia de Condoleezza Rice. Teria tido outro interesse se tivesse mais que duas linhas sobre a guerra do Iraque, mas já não foi mau saber que é fã de Led Zeppelin.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 00:01 | link do post | comentar

Sexta-feira, 15 de Outubro de 2010

O ministro Luís Amado anunciou uma revisão da presença diplomática portuguesa, por razões económicas, e uma intenção de reduzir o número de embaixadas nos países europeus reforçando a presença nacional noutras regiões, como o Golfo, a Ásia e África. Primeiro ponto: esta reformulação não devia ter sido motivada pela crise das finanças públicas, antes por uma opção política e estratégica do MNE. Ou seja, não faz sentido termos uma embaixada por cada país da UE, como se para além de estritamente necessário fosse esta a região que exige a aposta mais importante da nossa diplomacia. Não é. Segundo ponto: a formação diplomática em Portugal vive num paradigma demasiado estanque. Formam-se diplomatas sem uma verdadeira actualização dos temas das relações internacionais, nem com uma preocupação de dotar linguisticamente homens e mulheres para servir a nossa diplomacia em regiões além da Europa. Dei recentemente formação a candidatos para concursos de admissão à carreira diplomática e a verdade, pese embora alguns pequenos esforços, é esta. A política externa deve estar para além das conjunturas de crise.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 16:31 | link do post | comentar

Quinta-feira, 14 de Outubro de 2010

Táctica sem estratégia é o ruído antes da derrota.



publicado por Pedro Marques Lopes às 15:57 | link do post | comentar

Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

Hoje, na Edição Internacional da Renascença, vou debater a China com o Francisco Sarsfield Cabral: as tensões cambiais com os EUA e Europa, os dilemas internos, a economia, a energia e o poder militar. É às 23.30 como habitualmente.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 18:41 | link do post | comentar

Não deixa de ser curioso ver socialistas a alinhar nomes de pessoas que toda a vida desprezaram, e a quem chamaram todos os nomes e mais um, para tentar provar as suas próprias teses.



publicado por Pedro Marques Lopes às 11:26 | link do post | comentar

Terça-feira, 12 de Outubro de 2010



publicado por Pedro Marques Lopes às 22:35 | link do post | comentar

Não sei se é verdade, mas não me surpreenderia. Parece que um membro do governo canadiano disse recentemente querer reforçar os laços económicos com Israel e que isso terá valido a perda de muitos votos árabes. Como sabemos, este bloco é muito relevante na AG da ONU para esta eleição como para outras deliberações tomadas por este órgão. Serve isto para dizer que é preciso contorcionismo diplomático (um pleonasmo?) para garantir eleições. Serve isto também para dizer como funciona a ONU.  



publicado por Bernardo Pires de Lima às 19:25 | link do post | comentar

Portugal conquistou com mérito um lugar no Conselho de Segurança. Critiquei o secretismo do debate sobre esta matéria em Portugal, mas não posso deixar de registar a conquista. A candidatura iniciou-se em 2000, percorreu vários governos, e a partir de 2006 viu a Alemanha dificultar aquilo que parecia uma corrida a dois, com o Canadá, para o par de lugares a eleição. É a terceira candidatura desde 1974 e, pela terceira vez, foram alcançados os objectivos. Duas notas sobre isto. Primeiro, todos os países valem um voto na AG. A natureza dos regimes que apoiam as candidaturas é pouco ou nada relevante nesta aritmética. Portugal teve apoios interessantes, do Brasil ao Egipto, da Turquia a Angola, de Espanha à Rússia. Segundo, para um país pequeno e comparativamente seco de economias face a Canadá (G8, G20, 6 vezes membro não-permanente, uma por década) e Alemanha (G8, G20, terceiro financiador da ONU), estes palcos são relevantes. Colocam-nos no centro de alguns debates internacionais (mesmo que com pouca resolução), de crises repentinas, dando-nos experiência, dão-nos proximidade diplomática com muitas partes do mundo, e permitem insistir em agendas que nos redimensionem em prestígio e perfil internacionais. Sou céptico quanto à praxis e reputação do Conselho de Segurança, mas apesar de tudo, ele existe, tem um papel e é preferível estar do que não estar. Isso acaba por ser meio caminho andado para a irrelevância de um Estado.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 19:06 | link do post | comentar

Parece que o novo conceito estratégico da NATO vai andar pelas cinco páginas. Deve ser da crise.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 12:05 | link do post | comentar

Segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

Há quem chame a isto jornalismo.



publicado por Pedro Marques Lopes às 16:24 | link do post | comentar

O partido da democracia e da defesa das mais amplas liberdades em todo o seu esplendor.

Aguardamos ansiosamente o elogio ao novo líder revolucionário do partido irmão da Coreia do Norte.



publicado por Pedro Marques Lopes às 13:12 | link do post | comentar



publicado por Pedro Marques Lopes às 12:53 | link do post | comentar

Domingo, 10 de Outubro de 2010

De tempos a tempos vendem-nos uma inevitabilidade. Dizem-nos que se não formos por um determinado caminho é a desgraça, o fim dos tempos. E nós acreditamos. Acreditamos por medo, por falta de confiança nas nossas convicções, porque eles sabem uns segredos que nós simples mortais não temos acesso.

Mostram-nos uns papéis cheios de linhas e números onde, dizem eles, se define o nosso futuro: na linha um está a nossa conta do supermercado, na bola azul está a despesa com o médico, no tracejado três está o que devemos ao colégio dos filhos, e nós trememos. Depois, pegam numa caneta e de olhos arregalados fazem um risco na folha, que é, asseguram eles, a nossa vida, e garantem-nos que se não fizermos como dizem é o nosso fim, é a miséria, é o desespero.

Engolimos as nossas certezas, que são bem menos certas que as deles, tomamos o calmante com duas ou três copos de vinho e esperamos, esperamos a próxima inevitabilidade.



publicado por Pedro Marques Lopes às 22:22 | link do post | comentar

O que um presidente dum partido com as responsabilidades do PSD não pode deixar de fazer é assumir as suas responsabilidades enquanto líder, seja para viabilizar seja para votar contra, e explicar muito bem porque é que o faz.

 

DN de hoje



publicado por Pedro Marques Lopes às 13:39 | link do post | comentar



publicado por Bernardo Pires de Lima às 12:10 | link do post | comentar

Sábado, 9 de Outubro de 2010

Ainda o livro do Bob Woodward não me tinha chegado a casa e já fazia estragos no staff de Obama. Parece que o último foi James Jones. Não vou dissertar agora sobre as saídas recentes da Casa Branca, antes discutir este ponto: Woodward, como é seu hábito, tem fontes inatingíveis para qualquer outro jornalista sénior, faz entrevistas a vários membros da Casa Branca (com Obama à cabeça), constrói o argumento e expõe-no em livro. Tem sido assim com mais de uma dezena deles. Não há censura ou visto prévio que trave a sua publicação. Custe a quem custar. Agora reparem em Portugal e contem quantos livros se publicaram durante os 36 anos de democracia sobre as principais figuras políticas nacionais deste período ou ainda no activo. Não vale autobiografias nem encomendas pré-eleitorais. Falo em trabalhos sérios, que fujam à preguiça e ao receio de consequências. Pois, já chegaram ao mesmo número que eu, não foi?



publicado por Bernardo Pires de Lima às 18:48 | link do post | comentar



publicado por Pedro Marques Lopes às 13:30 | link do post | comentar

Casar não é barato. Casar é uma aparente raridade. Casar é para malucos. Mas quando um gajo decide ser politicamente incorrecto e casar ou está tudo ocupado para fazer a festa ou tem três casamentos no mesmo mês.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 12:23 | link do post | comentar

Gostava de perceber a razão para, numa conjuntura de crise ou numa conjuntura de fartura, serem precisas três embaixadas portuguesas nos três países bálticos.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 00:06 | link do post | comentar

Sexta-feira, 8 de Outubro de 2010

Ouvi ontem Luís Marques Mendes com atenção redobrada. Foram inúmeros os exemplos de duplicação de serviços, organismos e funções que existem na máquina estatal, grande o desperdício e o desbaratar de dinheiros públicos. Estou em crer que será sempre assim enquanto o estado tiver o tamanho que tem neste país, empregar directa e indirectamente meio mundo e com isso criar uma relação pouco sã entre partidos políticos, garantia de emprego e, esse grande mistério, a natureza pouco recomendável do ser humano. Um português com poder é um ser humano a caminho da tirania. Mas o que me causou uma certa estranheza foi o facto de há quinze, vinte anos atrás, Luís Marques Mendes não ter alertado ninguém sobre a engorda que já aí estava a acontecer ao estado e seu organigrama. Como participou em vários governos da altura, podia ter tido um papel no combate a esse flagelo que agora, e bem, tenta combater. 



publicado por Bernardo Pires de Lima às 23:48 | link do post | comentar

Passei o dia a pensar na China, o que só por si pode dizer muito do meu estado de sanidade. Começou com o Nobel, os dissidentes, as liberdades, a pressão externa, o agora-é-que-aquilo-se-vai-abrir, o vai-ficar-tudo-na-mesma-como-é-óbvio, para passar a tarde a debater a segurança energética e o dilema chinês. Dilema chinês? Sim. Os chineses, ao contrário das profecias apocalípticas das últimas três décadas que fazem evaporar os EUA da terra e emergir a China até Marte, também têm os seus dilemas. Um deles, não particularmente pequeno, é a opção pela exploração energética costeira e, por isso, capaz  de alimentar as grandes metrópoles dessa orla; a outra, a sua capacidade continental para não deixar a outros o controlo energético na Ásia Central. No primeiro caso, os vizinhos são Taiwan, Japão e EUA. No segundo, a Rússia. Ou seja, vamos ver se Pequim tem unhas para tudo. No primeiro caso, exige-se uma Marinha de primeiro plano. No segundo, um Exército com envergadura. Vamos ver que tensões podem surgir na cadeia militar interna e em expansão. Dir-me-ão que isto não interessa nada. Pois, tenho ouvido isso inúmeras vezes. Mas se o "mundo será chinês" e a "Lua terá olhos em bico", convém perceber que alimentar esta máquina económica implica fazer opções estratégicas. Hoje existem 700 milhões de automóveis na China. Daqui a vinte anos, 3 mil milhões. Eu já comprei a máscara.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 23:28 | link do post | comentar

Dizer já que se viabiliza o orçamento, sem sequer se conhecer o documento ou  as contas do PEC II, é o conselho da Dra. Ferreira Leite. Não foi a ex-presidente do PSD que a 27 de Agosto, num artigo no Expresso, disse que era preferível ir para a solução de duodécimos? Pois, responsabilidade.



publicado por Pedro Marques Lopes às 14:48 | link do post | comentar

Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010

Llosa? Pois... Saramago foi Prémio Nobel em 98 era eu... na sequência dum grande investimento na feira de Frankfurt feito por... pois...

 

Manuel Carrilho entrevistado por Mário Crespo



publicado por Pedro Marques Lopes às 21:33 | link do post | comentar



publicado por Bernardo Pires de Lima às 16:04 | link do post | comentar

O meu herói ganhou o Nobel. Estás perdoado de me teres feito ir à cidade mais feia do mundo e de me teres obrigado a apanhar uma gastroenterite em Iquitos.



publicado por Pedro Marques Lopes às 12:44 | link do post | comentar

Quarta-feira, 6 de Outubro de 2010

A minha opinião sobre os resultados eleitorais no Brasil, no TVI24. O mesmo tema ocupará hoje toda a emissão do Edição Internacional da Renascença. Apareçam.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 19:59 | link do post | comentar

Agora todos em coro: somos todos muito responsáveis e vamos todos fazer o que o sr. Presidente da República e o sr. Primeiro Ministro mandarem.



publicado por Pedro Marques Lopes às 16:10 | link do post | comentar

Terça-feira, 5 de Outubro de 2010

Luís Amado afirma que Portugal irá inviabilizar a reforma da estrutura de comandos da NATO se esta excluir Oeiras. E afirma muito bem. O tema é recorrente e um governo PSD/CDS faria exactamente a mesma coisa. Por isso, estes dois partidos deviam, nesta matéria, estar ao lado do ministro através de uma declaração pública. Feriado não é sinónimo de gazeta política.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 01:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 4 de Outubro de 2010

Há quem não entenda o que é pensar pela própria cabeça; quem nunca tenha a coragem de exprimir uma opinião, uma que seja, diferente da que lhe mandam ter; quem se resigne a ser apenas a voz do dono.

Sejam muito felizes.



publicado por Pedro Marques Lopes às 18:38 | link do post | comentar

Bernardo Pires de Lima

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Livros
- Blair, a Moral e o Poder

Jornais / Revistas
- DN
- The Majalla Magazine

Academia
- IPRI
Pedro Marques Lopes

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Rádio
TSF
- Bloco Central

Jornais
- A Verdade
- DN
Lei da bola

Televisão
- Eixo do Mal
- Produções Fictícias
Francisco Proença de Carvalho

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Televisão
Económico TV
- Conselho Consultivo - 3ªs, 9.30h,

Rádio
Rádio Europa
- Descubra as Diferenças

Outros Blogs
- 31 da Armada
Francisco Teixeira

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Jornal
- Diário Económico

Academia
- ISCSP
posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds