Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2012

Eis uma palavra pouco utilizada em Portugal até que a governação passou a ver na mesma uma oportunidade para tentar obter mais receita fiscal.

 

O meu artigo hoje no Diário Económico.



publicado por Francisco Proença de Carvalho às 10:32 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012

A primeira leitura sobre a nomeação de John Kerry como secretário de Estado diz respeito à força do Senado na política externa. Não é só como aprovador ou travão de nomeações, como se viu com Susan Rice, mas pela posição determinante que tem na formulação e decisão da política externa dos EUA: na ajuda financeira (Paquistão e Egito, para não ir mais longe), na assinatura e rejeição de tratados, na monitorização de assuntos quentes com audições a especialistas (académicos e membros de think tanks), ou na subida à agenda da Casa Branca de temas atirados para as calendas (casos, no início dos anos 90, da Bósnia e alargamento da NATO). Os presidentes do seu Comité para as Relações Externas são políticos experientes, com projeção mediática e dos que têm a network interna e externa mais bem montada.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 09:22 | link do post

Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2012

Podes enganar todos durante pouco tempo, alguns durante muito tempo, mas não podes enganar todos durante todo o tempo.



publicado por Francisco Teixeira às 12:20 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Sábado, 22 de Dezembro de 2012

O Reino Unido perderia dimensão mundial, afastar-se-ia do processo de decisão europeu e, na busca do desejado "modelo norueguês" com Bruxelas, chegava à conclusão que o mesmo acarreta altas contribuições para o orçamento comunitário. Só que sem direito a voto. A ilha pode ter razões nas críticas à UE, mas a retirada seria ponto sem retorno: ao peso que conquistou na Europa e ao interesse de Washington na mitificada "relação especial".

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 09:53 | link do post

Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012

O ANC está transformado num partido-estado. Com uma base negra e pobre (50% da população que vive com menos de dois dólares por dia é negra; 2% é branca) e uma corte poderosa e rica, a Presidência de Zuma tem sido incapaz de inverter o arrefecimento económico dos últimos anos, travar a queda do investimento estrangeiro (muito exposto à crise europeia), parar a proliferação de greves, autonomizar-se dos sindicatos e promover a integração social. Hoje, dois terços dos eleitores não têm memória direta do apartheid. Amanhã, sem Mandela, ninguém pode garantir que as feridas não se abrirão. Pelo trajeto feito, Zuma não é fator de união. A África do Sul merecia melhor.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 12:01 | link do post

Mas tem um treinador de treinadores. Qualquer dia ainda arranja uma equipa de futebol, para jogar futebol.


publicado por Francisco Teixeira às 00:14 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2012
Peço-te que nos tragas a todos os que trabalhamos no privado "amor nos negócios", uma máxima tão feliz quanto necessária que o António Pinto Leite criou e defende como ninguém.


publicado por Francisco Teixeira às 21:21 | link do post | comentar

Terça-feira, 18 de Dezembro de 2012

Ouvi um amigo meu a fazer a lista das suas músicas de Natal. Também me apeteceu. Aí vão as primeiras cinco.

 

Edith Piaf  "Le Noel de la Rue"

 

João Gilberto "Presente de Natal"

 

Ryuichi Sakamoto "Merry Christmas Mr. Lawrence"

 

Tom Waits "Christmas card from a hooker in Minneapolis"

 

Chico Buarque "Tão bom que foi o Natal"



publicado por Pedro Marques Lopes às 22:09 | link do post | comentar

Fica muito mal ao Primeiro-ministro andar a dizer determinadas coisas sobre as pensões. Só promove a demagogia e o populismo sobre uma situação que exige serenidade e objectividade. Mais valia dizer que o Estado não tem dinheiro.


publicado por Francisco Proença de Carvalho às 17:45 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Um tipo espera um ano e tal, escreve o que toda a gente disse, e convence as pessoas que descobriu a pólvora.

Aparentemente resulta.Vivendo e aprendendo.



publicado por Pedro Marques Lopes às 17:39 | link do post | comentar

Qualquer das hipóteses é, digamos, perturbante. Mas muito grave seria o primeiro-ministro ter mentido deliberadamente para atingir adversários políticos aproveitando o facto das pessoas estarem a passar dificuldades apontando-lhes uns malandros supostamente ricos. Uma intriga é grave, uma intriga populista ainda é pior. 

O primeiro-ministro vai esclarecer, com certeza.


Dinheiro Vivo de hoje



publicado por Pedro Marques Lopes às 13:18 | link do post | comentar

AB’deki mevcut yaklaşımının nedeni de budur. Acho que está tudo dito.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 11:51 | link do post

Mas o regresso a Abe e ao PLD diz mais sobre o medo do desconhecido do que sobre a comodidade do rotativismo bipartidário. Mais: temos assistido ao teste do algodão no que toca ao determinismo entre interdependência económica e acalmia nas relações diplomáticas. Esta tese tem sido posta em causa exatamente na zona que mais cresce no mundo e cuja dinâmica de mercado regional mais tem acelerado: são constantes as disputas e a agressividade entre líderes. Ou seja, sem o primado da política responsável não há interdependência económica que valha à paz. É difícil acreditar que Abe faça o pleno.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 10:45 | link do post

Domingo, 16 de Dezembro de 2012

Isto de se andar a elogiar o inefável Álvaro é a gozar, não é? Ou será que está, de facto, tudo doido?



publicado por Pedro Marques Lopes às 21:50 | link do post | comentar

Tem havido demasiada gente a pactuar com as constantes quebras de sigilo nas investigações e a embarcar em julgamentos na praça pública.


Dn de hoje



publicado por Pedro Marques Lopes às 14:46 | link do post | comentar

Que América é esta que prefere a livre compra de armas à liberdade de uma inocente criança? Que outro país passa por tantos massacres permanentes em escolas? Em que outro país o fascínio por armas é constitucional e politicamente protegido? Em que outro país, de cada vez que um massacre como o de Connecticut acontece, os políticos dizem que não é hora para falar da lei, mas de chorar e rezar pelos mortos? Os EUA têm uma doença que se revela como nenhuma outra e ela não é nem a saúde mental dos monstros que tiram a vida a crianças numa escola nem é a cultura de violência com a qual os adolescentes crescem.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 09:37 | link do post | comentar

Sábado, 15 de Dezembro de 2012

No final, o que conta para os opositores é muito mais quem fez o texto do que o seu conteúdo. O que leva a uma conclusão: não é a Constituição que está a levar o Egito à beira do abismo (e do FMI), é a batalha por poder entre forças políticas irreconciliáveis. Os militares estão à espreita.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 20:18 | link do post

Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012

Um mês após a invasão do Iraque (2003), o embaixador suíço em Teerão levou uma carta do Governo iraniano até Washington, na qual era lançado um princípio negocial interessante: em troca do levantamento das sanções, Teerão aceitava uma monitorização ao seu programa nuclear e pararia o apoio militar ao Hamas e Hezbollah. Ao ver Saddam derrubado num abrir e fechar de olhos e com a economia em reforma, o Governo de Khatami temeu o colapso do caminho do regime. Mas quando Rumsfeld e Cheney souberam da iniciativa, confirmaram que a administração "não falava com o mal". Podia ter sido a oportunidade para tornar uma guerra maldita nas opiniões públicas num efeito colateral de resolução da proliferação nuclear na região e do apoio a movimentos que minam a segurança de Israel.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 10:39 | link do post

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2012

Todas as 5ª feiras penso o mesmo: ficámos a conhecer a nova ambição de António Costa, que é controlar o PS. 



publicado por Francisco Teixeira às 22:12 | link do post | comentar | ver comentários (2)

E os freedom fighters, os combatentes pela liberdade de expressão de branco vestidos que garbosamente se manifestaram em frente à Assembleia da República, quando se vão manifestar?



publicado por Pedro Marques Lopes às 18:30 | link do post | comentar

Se a ideia é fazer o balanço da integração, não era preciso chegar à maior crise existencial da história europeia recente para o fazer. Ou, então, é mesmo por isso que se faz: para pôr dramatismo no momento. Ou arrumamos a casa ou ela desfaz-se. E é preciso um Nobel da Paz para sublinhar tamanha evidência? 900 mil euros não tinham melhor destino num laureado anónimo e lutador num desses sítios inóspitos espalhados pelo mundo, sem holofotes e bem-estar típicos de qualquer dirigente europeu privilegiado? Só dá relevância ao Nobel da Paz quem quer. O comité norueguês vai, a espaços, vincando essa mesma irrelevância. O resto do mundo segue dentro de momentos.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 10:23 | link do post

Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2012

Escutas em directo no telejornal. Processos em segredo de justiça debatidos em horário nobre. Histórias de velhinhas violadas no Prós e Contras. Um qualquer triste e invejoso pulha a difamar e a inventar histórias sobre pessoas a troco dumas festinhas na bronca cabeça. Abaixo assinados a favor de qualquer disparate. "Notícias" a pedido. Taxistas a debitar ódio. Lindo, vai ser lindo.



publicado por Pedro Marques Lopes às 17:46 | link do post | comentar

Os parlamentares noruegueses parecem embevecidos com o Nobel que atribuíram à União Europeia. Pena que nunca tenham feito nada para pôr a Noruega lá dentro.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 11:41 | link do post

Domingo, 9 de Dezembro de 2012

Entende-se que alguém que partilhou a gestão do Benfica com Vale e Azevedo esteja preocupada com a criminalização do enriquecimento ilícito. Já se entende pior que uma Ministra da Justiça resolva mostrar um desprezo absoluto pelo Tribunal Constitucional e insista numa lei estúpida, até na sua própria formulação, e violadora dum principio fundamental do Estado de Direito.



publicado por Pedro Marques Lopes às 19:35 | link do post | comentar

Mas, a quem não interessa a completa transparência da propriedade dos órgãos de comunicação social? Quem são as pessoas que querem mandar em órgãos de comunicação social mas não querem dar a cara, sobretudo numa altura em que é previsível uma mudança de cenário e de actores no sector? Quem não quer que se saiba quem manda nos media? Quem foi a pessoa que deu a ordem aos grupos parlamentares para votarem neste sentido? Qual o seu interesse? O da defesa da liberdade de imprensa e da transparência não é de certeza absoluta.


DN de hoje



publicado por Pedro Marques Lopes às 17:22 | link do post | comentar

Sábado, 8 de Dezembro de 2012

Trabalhar a relação com os EUA para lá das Lajes devia estar a ser feito há muito. Mas como não há pensamento estratégico em Portugal - como tem alertado Miguel Monjardino - nem no MNE, acrescentaria eu, vivemos sob a ditadura das decisões alheias. Neste vazio, podia ser criado um conselho estratégico para a política externa e desenvolver nos Açores um polo de excelência em investigação e desenvolvimento, captando investimentos americano, brasileiro, angolano e da nossa diáspora nos EUA (mais de um milhão), promovendo este eixo central da nossa política externa e trabalhando as dimensões da relação transatlântica moderna: económica (é o maior bloco comercial do mundo), energética (ligando Atlântico Norte e Atlântico Sul no momento em que expandimos a nossa plataforma continental), securitária (tecnologia militar, política internacional), científica (medicina, engenharia). O Atlântico está bem vivo e tem um potencial enorme. Não pensar isto é tornar irrelevantes os Açores e mirrar ainda mais Portugal no mundo.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 09:21 | link do post

Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2012

Primeira, onde há défice e excesso de atenção americana? Washington despende recursos financeiros, políticos e militares em excesso no Médio Oriente e devia concentrar mais esforços na Ásia. Não é a segunda parte da resposta que é nova, é a ligação estratégica à primeira. É que se, por um lado, a administração procura um rumo que dê sentido ao fim da década Afeganistão/Iraque, por outro olha para o projeto de autonomia energética como fator determinante para racionalizar recursos no Médio Oriente.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 10:44 | link do post

Terça-feira, 4 de Dezembro de 2012

Portanto, só vamos beneficiar das novas condições de financiamento da Grécia quando estivermos como a Grécia.



publicado por Francisco Proença de Carvalho às 16:37 | link do post | comentar

Está tudo dito sobre o manifesto. Infelizmente, tudo.



publicado por Francisco Teixeira às 10:39 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Ou seja, o SPD é em casa o que Hollande é na Europa: uma enorme desilusão para quem acreditava poder representar uma alternativa às políticas de Merkel. Como aqui referi na altura, Hollande tinha tudo para ser o candidato preferido da chanceler, por ser impotente para a travar e ter, em sede europeia, de ir validando as suas teses. Não me enganei muito. A esta distância, só um cataclismo europeu tirará Merkel do cargo. Quem quiser o primeiro, terá a segunda de bandeja.

 

Hoje no Diário de Notícias



publicado por Bernardo Pires de Lima às 09:05 | link do post

Bernardo Pires de Lima

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Livros
- Blair, a Moral e o Poder

Jornais / Revistas
- DN
- The Majalla Magazine

Academia
- IPRI
Pedro Marques Lopes

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Rádio
TSF
- Bloco Central

Jornais
- A Verdade
- DN
Lei da bola

Televisão
- Eixo do Mal
- Produções Fictícias
Francisco Proença de Carvalho

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Televisão
Económico TV
- Conselho Consultivo - 3ªs, 9.30h,

Rádio
Rádio Europa
- Descubra as Diferenças

Outros Blogs
- 31 da Armada
Francisco Teixeira

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Jornal
- Diário Económico

Academia
- ISCSP
posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds