Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

O Filipe Nunes Vicente vive obcecado comigo. É uma situação injusta: ele acha-me digno de toda a atenção, eu acho que ele não merece que se perca tempo com ele. Mas o cuidado que ele tem comigo, o tempo que – e muito bem – investe em ler-me, ouvir-me e ver-me, merece ao menos uns segundinhos de atenção.

Pronto Filipe, vou-lhe dar uma colherzinha de chá, um pequeno autógrafo para poder pôr no livrinho onde guarda as lembranças dos seus heróis. Estime-o bem porque me parece que não vou ter mais tempo nem paciência para que lhe dê outro.

O Filipe acha que o que aqui escrevi é basicamente igual ao que o Miguel Sousa Tavares escreveu na “Bola”. Existem, de facto, várias coincidências.

Não faço ideia das preferências clubisticas do Filipe mas parece-me claro que não serão as minhas. Se fossem, ele sabia que há imensos portistas a dizerem exactamente a mesma coisa.  Não valeria a pena referir as diferenças entre o que eu escrevi e o que o MST escreveu mas hoje estou bem disposto – o Filipe diverte-me.  Não encontrei no texto do MST referências ao Alonso ou ao Mossoró, ele acha que o C. Rodriguez já não interessa, eu acho que há jogadores que ele quer regressados que não interessam. Enfim. O Sérgio Oliveira? A compra do Ruben Micael? Correr com grande parte dos sul-americanos? O meu filho mais novo acha exactamente o mesmo.

Mas isso ao Filipe não interessa nada, o amor que me dedica cega-o. Não chegava a política, as minhas expressões  - que ele bebe como do mais precioso licor se tratasse - , as minhas opiniões sobre tudo e mais alguma coisa, chegou agora a vez de controlar os meus comentários sobre futebol.

Mas no melhor pano cai a nódoa. Imagine-se que apesar do Filipe estar interessadíssimo em tudo aquilo que eu faço, falta-lhe saber que eu faço um comentário semanal sobre futebol neste espaço onde já repeti várias vezes o que escrevi no post de que, de facto, fala. Grande azar.

Confesso, fiquei triste com o Filipe. É uma falha grave. Tanto amor, tanta dedicação, merecia um bocadinho de mais atenção – até rimei, o Filipe inspira-me.

Vá lá, toca a pôr o link para que não perca também as minhas opiniões sobre futebol.



publicado por Pedro Marques Lopes às 12:43 | link do post | comentar

Bernardo Pires de Lima

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Livros
- Blair, a Moral e o Poder

Jornais / Revistas
- DN
- The Majalla Magazine

Academia
- IPRI
Pedro Marques Lopes

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Rádio
TSF
- Bloco Central

Jornais
- A Verdade
- DN
Lei da bola

Televisão
- Eixo do Mal
- Produções Fictícias
Francisco Proença de Carvalho

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Televisão
Económico TV
- Conselho Consultivo - 3ªs, 9.30h,

Rádio
Rádio Europa
- Descubra as Diferenças

Outros Blogs
- 31 da Armada
Francisco Teixeira

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Jornal
- Diário Económico

Academia
- ISCSP
posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds