Segunda-feira, 25 de Outubro de 2010

A recente cimeira do G20 em Seul mostrou que a ordem internacional está a ser redefinida através dos equilíbrios económicos. Os propósitos dos países emergentes focaram-se na alterção, em seu benefício, da ponderação de voto no FMI, uma forma de reformar uma instituição através do poder que hoje em dia efectivamente têm (reparem que há quase uma desistência global para reformar o Conselho de Segurança).

O que isto significa é que os equilíbrios estão a ser feitos não nos fóruns políticos em sentido estrito, ou nos fóruns militares em sentido clássico, mas nos fóruns económicos e financeiros, onde as potências emergentes têm uma capacidade de impor posições com clara naturalidade. Este raciocínio encerra duas conclusões: primeiro, poder económico vai implicar investimentos militares - como já está a acontecer na China, Índia e Brasil, ou na diversificação de mercados, como a Rússia em relação à América Latina e Médio Oriente -; segundo, implicarão respostas desejavelmente concertadas das potências tradicionais, como as europeias e norte-americana. As cimeiras da NATO e UE-USA em Lisboa merecem, por isso, atenção. 

Aparentemente, a economia está determinada a abafar os debates político e de segurança internacionais. Mas é apenas uma aparência: o poder tem múltiplas dimensões e aqueles que estiverem melhor apetrechados em todos os seus domínios serão mais capazes de liderar.


tags:

publicado por Bernardo Pires de Lima às 22:14 | link do post | comentar

Bernardo Pires de Lima

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Livros
- Blair, a Moral e o Poder

Jornais / Revistas
- DN
- The Majalla Magazine

Academia
- IPRI
Pedro Marques Lopes

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Rádio
TSF
- Bloco Central

Jornais
- A Verdade
- DN
Lei da bola

Televisão
- Eixo do Mal
- Produções Fictícias
Francisco Proença de Carvalho

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Televisão
Económico TV
- Conselho Consultivo - 3ªs, 9.30h,

Rádio
Rádio Europa
- Descubra as Diferenças

Outros Blogs
- 31 da Armada
Francisco Teixeira

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Jornal
- Diário Económico

Academia
- ISCSP
posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds