Quinta-feira, 18 de Agosto de 2011

Atacam o investimento de 50 milhões de euros do Estado de Espanha para a recepção ao Papa (o retorno superará em mais do dobro este valor). Mas nada disseram sobre os 83 milhões de euros gastos nos 10 estádios de futebol do euro 2004 (alguns fechados, outros falidos). Só pode ser fobia religiosa. Só pode. Mas isso tem tratamento. Graças a Deus.



publicado por Francisco Teixeira às 13:14 | link do post | comentar

5 comentários:
De X-Tremis a 18 de Agosto de 2011 às 17:34
Nada disseram? Quem? Deve estar a fazer alguma confusão, de certeza... Pessoalmente, sempre fui contra ambas as coisas. Mas é mais giro dizer que é "fobia religiosa" e atirar o cobertor reconfortante do "nada disseram" para cima do assunto. Se está a dirigir-se a alguém em particular, fale. É algum partido? Alguma organização? Se é, diga logo de uma vez. Agora querer colar a imagem de que "ah e tal só falam porque é o papa" é que não fica lá muito bem...


De Francisco Teixeira a 18 de Agosto de 2011 às 20:41
Meu caro se quisesse perder tempo a apontar o dedo te-lo-ia feito. Aliás, teria escrito que são os mesmos que aplaudem a campanha de 3 milhões de euros lançada pelo Mayor de Nova Iorque para promover os casamentos gay. A questão para os que critico não é o custo benefício na aplicação de dinheiros públicos. É, apenas, a de saber se apoiaram ou não a Igreja Católica. E isso é miserável.


De S a 18 de Agosto de 2011 às 22:48
O retorno superará mesmo o dobro? Como sabe? Quem diz? E qual foi o retorno trazido pelo Euro 2004? Nenhum? Quanto? E qual era a situação de Portugal na altura do Euro2004 e quanto de apoio receberam? E qual a situação actual de Espanha para investir tanto dinheiro? É mesmo necessário tamanho despesismo? Em Lisboa, era necessário um altar todo fino que custou milhares de euros para receber o líder de uma Igreja baseada na vida e obra de um pobre mas que ostenta riqueza? Tenha dó. Isso tem tratamento, sim, mas não é graças a deus, é graças à inteligência de cada um.


De Francisco Teixeira a 18 de Agosto de 2011 às 23:16
Retorno: "Un negocio espiritual y comercial redondo. La Jornada Mundial de la Juventud (JMJ), que se va a celebrar en Madrid el próximo mes de agosto con la presencia del Papa Benedicto XVI, no sólo aportará ingentes beneficios espirituales, sino también materiales. De hecho, se trabaja con un presupuesto de 50 millones de euros de gastos frente a unos eventuales beneficios cifrados en más de 100 millones. Y por eso, el gerente del episcopado y máxima autoridad financiera de la Jornada, Fernando Giménez Barriocanal, asegura que "al contribuyente no le va a costar un euro". Más aún, "la JMJ va a suponer un inyección económica para España de al menos 100 millones de euros" (aqui:
http://www.elmundo.es/elmundo/2011/06/07/espana/1307459659.html).
Se ainda tem dúvidas de que não precisávamos de 10 estádios para que o euro corresse bem e o retorno fosse, como foi, positivo....está tudo dito. Aconselho-o a visitar os estádios do Beira Mar, Leiria e do Algarve. Mas tenha cuidado, muito cuidado mesmo!, com as filas de trânsito. Parecem Meca no Ramadão...


De S a 23 de Agosto de 2011 às 12:43
E qual a fonte que garantiu ao jornal o retorno de 100 milhões de euros? "el gerente del episcopado y máxima autoridad financiera de la Jornada, Fernando Giménez Barriocanal", esse economista de renome e fonte nada interessada. 100 milhões? vindos de onde? aquela gente dormiu ao relento, teve descontos no metro numa altura em que os espanhóis andam a pagar os aumentos, até direito a águas engarrafadas gratuitas tiveram. 100 milhões de euros? Acredita mesmo nisso ou a sua devoção não lhe permite questionar esse número, atirado por um dos interessados nestas JMJ?

Eu sei perfeitamente que não precisávamos de tantos estádios. Mas precisávamos de alguns e houve retorno. Eu ataco ambos, mas o futebol é declaradamente um negócio. A fé não deveria ser. A igreja deveria olhar para a situação espanhola (e para a portuguesa, o ano passado) e proibir certos gastos supérfluos e tanta ostentação de riqueza.


Comentar post

Bernardo Pires de Lima

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Livros
- Blair, a Moral e o Poder

Jornais / Revistas
- DN
- The Majalla Magazine

Academia
- IPRI
Pedro Marques Lopes

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Rádio
TSF
- Bloco Central

Jornais
- A Verdade
- DN
Lei da bola

Televisão
- Eixo do Mal
- Produções Fictícias
Francisco Proença de Carvalho

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Televisão
Económico TV
- Conselho Consultivo - 3ªs, 9.30h,

Rádio
Rádio Europa
- Descubra as Diferenças

Outros Blogs
- 31 da Armada
Francisco Teixeira

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Jornal
- Diário Económico

Academia
- ISCSP
posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds