Quarta-feira, 7 de Agosto de 2013

O jornalista tem o dever de o fazer sempre que a fonte o engana de forma consciente e deliberada. A RR fe-lo em Dezembro de 2000, quando Armando Vara disse em off que se ia demitir e, mais tarde, em on que era tudo mentira.



publicado por Francisco Teixeira às 13:19 | link do post | comentar

10 comentários:
De André Salgado a 7 de Agosto de 2013 às 19:57
A SIC esclareceu a questão. Aparentemente, haverá 2 documentos: o que foi entregue em mãos por Pais Jorge e Paulo Gray no gabinete do antigo PM, com um organograma do grupo (para impressionar?), e no qual a SIC baseou a sua investigação, e um outro entregue no IGCP, sem organograma do grupo. Em qualquer dos casos, a responsabilidade pela elaboração e entrega dos documentos, e se um tem organograma e outro não, é sempre do Citigroup.

O que não se entende, por mais voltas que uma pessoa dê aos neurónios, é o que terá sido exactamente forjado ou manipulado: o organograma do Citigroup, uma folhinha com interesse meramente informativo e sem relevância substantiva no teor do documento, é factual e representativo da estrutura do banco em 2005, e Pais Jorge, com ou sem organograma, esteve de facto nas reuniões, como o próprio reconhece, depois de ter recuperado a memória.

Mais extraordinário ainda é o número surrealista montado pelo PSD, defendendo que o SE demissionário está a ser alvo de um processo de intenções, ao mesmo tempo que acusa o anterior governo por não ter denunciado às autoridades a proposta do Citigroup. Tal é a desorientação, que, implicitamente, é o próprio PSD quem sugere um comportamento ilícito de Pais Jorge.

Esta gente é uma anedota e este caso entrará para os manuais como case study de uma das mais patetas e desastradas tentativas de spin político e de fuga para a frente de que há memória.


De Francisco Teixeira a 7 de Agosto de 2013 às 20:38
Acho mesmo que já é um case study: cono rebentar um Euromilhões politico num mês e meio.


Comentar post

Bernardo Pires de Lima

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Livros
- Blair, a Moral e o Poder

Jornais / Revistas
- DN
- The Majalla Magazine

Academia
- IPRI
Pedro Marques Lopes

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Rádio
TSF
- Bloco Central

Jornais
- A Verdade
- DN
Lei da bola

Televisão
- Eixo do Mal
- Produções Fictícias
Francisco Proença de Carvalho

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Televisão
Económico TV
- Conselho Consultivo - 3ªs, 9.30h,

Rádio
Rádio Europa
- Descubra as Diferenças

Outros Blogs
- 31 da Armada
Francisco Teixeira

ver perfil
ver CV
ver posts

O que ando a fazer

Jornal
- Diário Económico

Academia
- ISCSP
posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds