Quarta-feira, 22 de Abril de 2009

Foi uma entrevista em que o chefe do Governo se mostrou preparado para enfrentar os desafios eleitorais que se avizinham e que lhe correu francamente bem.

O Primeiro-Ministro fez o seu discurso habitual enunciando a política do Governo para dar resposta à crise e o que acha serem os sucessos no campo social. Nada de novo. O discurso pós anúncio da crise, tem as mesmas qualidades e defeitos de todos os que faz sobre estes temas: muitos princípios gerais e pouca explicação de como as medidas serão concretizadas.

O esperado discurso de oposição à oposição não foi esquecido e aconteceu o que também é já normal nas aparições públicas importantes: o anúncio de uma nova medida social que mais uma vez parece ser meramente simbólica.

A única novidade politica é a assunção prática de um conflito entre o Governo e o Presidente da República.

Por muito que o Primeiro-Ministro repetisse que tudo se passava dentro da maior normalidade institucional, as mensagens foram mais que evidentes. 
Dizer mais do que uma vez que tem a certeza que o Presidente da República não se deixará instrumentalizar ou que não percebe a que se refere Cavaco Silva quando fala de governar para as estatísticas não deixa dúvidas a ninguém sobre o estado da relação institucional.
Este conflito vai, infelizmente, ser o centro do debate político nos próximos tempos e mais que previsivelmente vai-se arrastar até depois das legislativas.

O Primeiro-Ministro já percebeu que tem um novo opositor político e este não será tão fácil de bater como os que tem enfrentado.

Texto publicado na edição do DN de hoje





 

 



publicado por Pedro Marques Lopes às 14:52 | link do post | comentar

posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds