Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

O discurso de West Point foi sobretudo virado para dentro: para os desconfiados no Congresso e para os americanos que não compreendem uma guerra sem êxitos em altura de profunda crise económica. Falta a Obama o enunciado de uma grande estratégia que enquadre o esforço no Afeganistão em função da sua natureza: o problema é regional e a solução, a existir, também. Ao pretender que a liderança e o triunfo sejam norte-americanos, acabou por ficar refém dos limites dessa abordagem.

 

Cerca de 75% do abastecimento aos aliados entra pelo porto de Karachi, no Paquistão: é por via marítima que se abastecem as rotas terrestres de Quetta e Peshawar, manifestamente inseguras. Importa, assim, manter apoios - do Paquistão ao Japão (Tóquio acaba de disponibilizar mais 5 mil milhões de dólares), mas também alternativas. São cada vez mais importantes os auxílios do Turquemenistão, por onde passam as rotas terrestres vindas do Cáspio; do Uzbequistão, fundamental à preciosa ajuda russa; e do Quirguistão, pela base aérea de Manas. Ou seja, na prática, os EUA e a NATO já regionalizaram o problema e perceberam que a solução depende de muitos. Da Rússia (o tráfico de droga aumentou 40 vezes no seu território, desde 2001), da Índia (receosa do colapso paquistanês), ou do Irão (que pode sofrer com o êxodo terrorista). Os europeus já estão em espargata e, em rigor, o colapso de Cabul resvala mais directamente para os vizinhos regionais do que para as capitais europeias. É para aqueles que Obama se deve dirigir agora.

 

Hoje no i.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 10:14 | link do post

posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds