Quinta-feira, 18 de Junho de 2009

A estratégia do PS para as eleições legislativas não tem grande margem de manobra porque depende da estratégia adoptada pelo partido durante toda a legislatura e que, tendo tido bons resultados durante os primeiros anos, mostrou-se ineficaz nas europeias. O discurso da arrogância, mas ao mesmo tempo da acção, centralizado num só homem, um primeiro-ministro pouco dialogante e enfurecido, foi uma estratégia montada no mito da segunda maioria absoluta, uma possibilidade que é cada vez mais inverosímil. Não sendo possível fazer uma ruptura com esta linha dura, será necessário fazer uma adaptação. Há ainda uma necessidade pragmática de centrar a campanha no líder. Isto porque, a pouco e pouco, os diversos ministros de Sócrates foram caindo em desgraça. O ministro do Economia, a ministra da Educação, o ministro dos Transportes e Obras Públicas e o da Agricultura devem ser, na aproximação das legislativas, neutralizados, reduzindo ao máximo a sua aparição pública. Já outras figuras, como o ministro das Finanças e o da Segurança Social, podem ser uma ajuda complementar na comunicação política, apesar de – em momento de forte crise – serem estes os detentores dos dossiês mais sensíveis. Seria, como tal, importante a introdução de rostos novos nas listas, que ganhariam protagonismo ao lado do primeiro-ministro durante o período de campanha.

 

Filipa Martins



publicado por Pedro Marques Lopes às 13:19 | link do post | comentar

posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds