Quarta-feira, 28 de Setembro de 2011

Começámos com "sacrifícios forçados" (corte no 13º mês), vieram os "murros no estômago" (Moody´s meteu o 'rating' no "lixo"),  os "desvios" que obrigarão a um esforço colossal (versão não oficial mas que mais agrada ao ministro das Finanças), passámos pelo medo de que os "tumultos" saiam à rua e terminámos nos buracos "graves e inadmissíveis" que nasceram na Madeira. Tivemos muito ministro das Finanças, um primeiro-ministro assertivo, um ministro dos Negócios Estrangeiros acima da média, bons sinais na Saúde e Educação, finalmente sinais na Justiça, muita contenção no MAI e um bom reacerto depois de um mau começo no Ambiente e Agricultura. Na Segurança Social a coisa tem corrido bem. Resta a chave que pode abrir o túnel: o ministro que tem mundo mas a quem falta país. Espero que haja tanto Álvaro nos próximos 100 dias como houve Gaspar nos últimos 100.



publicado por Francisco Teixeira às 11:03 | link do post

De Marc a 29 de Setembro de 2011 às 09:28
Não brinque com as palavras, o caminho que seguimos com estas politicas levam-nos ao precipício. Ninguém consegue pagar as suas dividas se não tiver rendimentos para isso. Nenhum país evolui se tiver uma educação miserável e uma saúde doente! Não sei o que o Sr. tem estado a ver de bom neste governo, mas eu só vejo politicas do corta corta e ainda por cima em coisas que ainda mais arruinarão o país. Tenha dó, não somos todos néscios!


De rosa rosita a 29 de Setembro de 2011 às 12:03
As gorduras do estado tem que ser cortadas, Não há volta a dar. Em relação a economia estamos falados :)
Tive os meus dois filhos no hospital público, é nos centros de saúde que tenho as suas consultas, minhas e do meu marido, sempre que recorri ao hospital fui sempre atendida, com atrasos, mas fui sempre bem atendida. Os meus filhos andam na escola pública, aprendem, almoçam e brincam na escola. Razões de queixa, talvez situações pontuais, mas no final dou a estes dois serviços prestados pelo estado, nota 18. Os dois pontos que faltam para perfazer os 20, é apenas para os motivar a fazerem cada vez mais. A mim só me resta a continuar a trabalhar, fazer a minha parte e aproveitar este sol magnífico que temos.


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds