Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

 

Um ano após 60 pessoas terem morrido e dezenas de milhares de estrangeiros terem sido obrigados a abandonar as suas casas e a viver em campos de refugiados, a violência em massa regressou à África do Sul. Eis o que parece acontecer quando as condições de miséria em que vivem muitos sul-africanos são vistas como responsabilidade dos dirigentes políticos: a vingança serve-se fria e invariavelmente contra quem veio de Moçambique, Zimbabué, Suazilândia, Paquistão, Etiópia ou China, pilhando e incendiando negócios. A crise alastrou já para lá da cintura de Joanesburgo, às fronteiras da Suazilândia e de Moçambique.
Primeiro ponto: estas “manifestações contra a pobreza” invariavelmente contribuem ainda mais para ela, uma vez que os principais alvos são pessoas que trabalham e criam riqueza local.
Segundo ponto: a xenofobia é visível na sociedade sul-africana. A criminalidade violenta contra imigrantes - muitos deles portugueses - é não só recorrente como pouco discutida ao nível político bilateral e multilateral.
Terceiro ponto: Nélson Mandela fez há dias 91 anos. Quando esta figura de agregação desaparecer, que cimento político e social terá ficado na África do Sul? É que parte da ira é contra o actual presidente, Jacob Zuma.
Conclusões: a África do Sul é vista no ocidente como um oásis, a potência por excelência, um exemplo continental. Talvez não devêssemos tirar conclusões tão precipitadas.

Ontem no i.



publicado por Bernardo Pires de Lima às 10:45 | link do post

posts recentes

"Não há bem que sempre du...

Não gosto de despedidas, ...

Au revoir

Fim

A questão alemã (II)

Dizia Amaro da Costa com ...

Razão e ambição

Autopunição

A Constituição

Sonho eterno

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

bernardo pires de lima

bpn

cavaco

francisco proença de carvalho

francisco teixeira

nato

pedro marques lopes

presidenciais

ui

uniao de facto

todas as tags

subscrever feeds